A ARTISTA

OS TESOUROS DE LUIZA CAVALLI
 

Arte, artesanato, alquimia são algumas das palavras que poderíamos usar para definir a joalheria, técnica milenar sempre envolta de fascínio e encantamento, desde os primórdios da história humana.

As joias criadas e lavradas pelo ateliê Luiza Cavalli não se limitam a ser simplesmente estéticas e decorativas.

Sua arte é pura expressão de elevados estados da essência humana. Na alquimia e amálgama do cobre, da prata, do ouro e outros nobres metais e minerais, a autora do ateliê Luiza Cavalli Jewellery  permite que a sutileza da manifestação criadora se materialize nas mais diversas formas da joalheria, através da qual imprime a supremacia da beleza que encanta e impacta os sentidos e a percepção de quem trava contato com sua obra.

Afeita a garimpar e colecionar pedras desde a infância, ela cultiva uma atenção especial pelo labor artístico e pela feitura de joias. Só nos últimos anos  embrenhou-se de fato no universo da joalheria, impulsionada pelo desejo de realizar o trabalho que agora se apresenta com a verdade, a grandeza e a criatividade , que tornam sua obra uma preciosidade da ourivesaria.

 

A inspiração surgiu da convivência com material originário da arte árabe e do sufismo, dos quais extrai capacidades para transmitir um substancial conhecimento que serve à essência humana. São símbolos, signos, caligrafias, linguagem cifrada, que na alquimia impregnada pela joalheria se transformam  em peças de notável singularidade.

E, como tudo que é verdadeiro na vida, não vale contentar-se somente com a descrição dessas joias.  Mais que isso, é preciso conhecê-las. É indispensável sorver, experimentar a força de sua expressão.

 

 


MANANCIAL

 

Ainda é vivo na memória da artista o entusiasmo que a arrebatava a catar e colecionar as pedrinhas do rio que banhou as terras de sua infância e era este  mesmo fascínio o que lhe movia a esculpir caroços de abacate  do quintal. Do lúdico à ação intencional no labor artístico, tem sido anos de lapidação  interna que vem refinado a observação, o olhar, a percepção da artífice. E da ação de modelar, fundir, chapear, laminar os metais e incrustar-lhes diamantes, esmeraldas, ônix, safiras e outras gemas preciosas, materializam-se verdadeiros poemas místicos das mais variadas formas. É do seu cadinho (recipiente próprio da joalheria) e deste mundo de possibilidades ilimitadas, que surgem as obras do ateliê Luiza Cavalli Jewellery.

 



ATELIÊ



Conheça um pouco do ateliê da artista:

Imagem